Ervas

Obi

0

Obi, o fruto sagrado dos orixás

Vamos conhecer um pouquinho sobre o uso espiritual e mágico do obi?

Orixás: Oxalá e outros orixás funfun, Orumilá e Ossaim.

Outros nomes populares: Noz-de-cola.

Nome yorubá: Obì.

Nome científico: Cola nitica Vent. Ou também: Sterculia cuminata Palis.

Elemento: Ar.

Classificação: Fria.

O obi é um fruto considerado extremamente sagrado no culto a orixá, seja na religião tradicional iorubá, seja no candomblé. É usado também em algumas vertentes e certos terreiros de umbanda. Existem obis de variados números de gomos. O que se usa para fins espirituais e religiosos é a variedade de quatro gomos, chamado de obì abatá.

É usado para diversos fins. Entre eles, para rezar o ori (cabeça) de um filho de santo ou como oferenda a diversos orixás. Considerado um alimento sagrado, é comum dividi-lo entre pessoas queridas, visitas e hóspedes. Mas um uso que se destaca e sobressai é o oracular.

Como oráculo, é usado antes de se realizar oferendas e ebós, para saber o que o orixá pede naquele momento. Após a oferenda/ ebó, é jogado mais uma vez para saber se foi aceito ou se falta realizar algum ato para que seja bem sucedido. Também pode ser usado como um oráculo para consultas pessoais e orientação. Em todos esses casos, seguindo-se um ritual específico, os quatro gomos do obi são separados e jogados no chão. De acordo com a sua caída, deduz-se qual é a mensagem.

Também pode ser ralado e usado em pós (atim), banhos (misturado a sabão da costa) e defumações.

Considera-se que a árvore do obi pertence ao orixá Ossaim, mas os seus frutos são em oferendas a diversos orixás, especialmente Oxalá e as Iabás (é o fruto predileto das mães orixás). Esse fruto não é usado em nenhuma circunstância para Xangô, seja em oferendas ou como oráculo. No culto desse orixá é usado outro fruto, conhecido como orobô.

A cor dos obis pode variar bastante. Geralmente, os de coloração mais clara e próximo do branco são oferecidos a Oxalá e demais orixás funfun. Enquanto os de coloração mais escura e avermelhada são preferidos para Ogum, Exu, Oxóssi, Iansã, Oxum e todos os orixás que não têm restrição à cor vermelha.

Acredita-se que fortaleça a mente e possa ser usado, ralado, em banhos de cabeça.

O obi também é usado em algumas vertentes de umbanda. Pode entrar na composição dos banhos de amaci e de abô, assim como na pemba ralada. Alguns terreiros usam esse fruto na Quartinha de Anjo-da-Guarda. E outros ainda o adotam como oráculo durante oferendas e obrigações, de maneira similar ao que se faz no candomblé. Mais raramente, em algumas vertentes, o jogo de obi é usado para se determinar o orixá de frente e o juntó dos filhos de santo.

Aprenda mais sobre o uso espiritual das plantas!

Gostou dessa explicação? Então saiba mais sobre o uso das ervas nas religiões de matriz africana no nosso ervário online. Clique aqui para acessar.

Contribua com o ervário do Caminhos do Axé!

Que tal contribuir com essa explicação? Se você acha que poderíamos incluir mais informações sobre o uso espiritual dessa planta, ou se acredita que tenha encontrado um erro, informe-nos pelo nosso formulário de contato. Clique aqui e nos mande a sua sugestão.

Noz moscada

Previous article

Patchouli

Next article

Comments