Folha de paz e harmonia, a colĂŽnia Ă© usada para desenvolvimento mediĂșnico, purificação e equilĂ­brio. Caminhos do AxĂ©.

Folha de paz e harmonia, a colônia é usada para desenvolvimento mediúnico, purificação e equilíbrio

Aprenda o uso espiritual e mágico da colônia!

Orixá: Oxalá e Iemanjá. Para José Flavio Pessoa de Barros, pertence também a Oxóssi. Para Adriano Camargo, pertence também a Oxum e Nanã.

Outros nomes populares: alpinia, cana-do-brejo, cana-do-mato, cardamomo, cardamomo-do-mato, cardamomo-falso, colônia, falso cardamomo, flor-do-paraíso, lírio-de-santo-antônio, jardineira, falsa noz-moscada, pacová, pacoseroca, vindi-caá helicondia.

Nome yorubá: Tótó.

Nome científico: Apinia zerumbet (Pers.) Burtt & Smith., Zingiberaceae.

Elemento: Água, Ar. Para Barros, pertence ao elemento terra.

Classificação: Fria.

Planta de Oxalá e Iemanjá, a colônia é excelente para banhos de cabeça. Tem grande poder de harmonização, equilíbrio, paz e calma. Combate a ansiedade, o nervosismo e repõe energias após períodos de cansaço e exaustão.

Também é muito apropriada para o desenvolvimento, tornando a mediunidade do filho-de-santo mais harmônica e forte. É usada em banhos de purificação, obrigações de cabeça e amacis de filhos de todos os orixás. Também faz parte dos banhos de abô.

Atrai boas energias em todas as áreas da vida.

É uma das folhas aconselhadas para banhos em crianças.

No candomblé, se usa no ritual de tiragem de mão de vumbe, usando-se o sumo da folha.