Ilê Ifé

0

Segundo Nei Lopes:

“Cidade-Estado no sudoeste da atual Nigéria, situada na orla da floresta equatorial. Habitada, segundo Adèkòyà, possivelmente desde o século VI d.C., foi o núcleo de origem e centro religioso do povo iorubá, liderado por Agbonmiregun ou Setilu. No dizer de Fabunmi, citado por Adékòyà, de Ilê-Ifé, especificamente da localidade de Itajerô, teriam saído 27 descendentes de Odudua para fundar várias cidades e províncias, inclusive a que constituiria, mais tarde, o reino de Benin. O povo de Ilê-Ifé destacou-se pelo desenvolvimento de sua arte, notadamente por suas esculturas em bronze. Essa arte transmitida ao reino de Benin, onde experimentou um novo desenvolvimento, e também a presença da escultura em pedra, tudo isso prova a existência de um grande polo de civilização na região. A comparação dessas técnicas e formas artísticas com outras surgidas na Núbia pode apontar sua origem; e para alguns autores essa filiação núbia da arte de Ifé teria sido um prolongamento da influência helenística. Outros autores, ainda, buscam explicar a surpreendente arte do eixo Ifé-Benin por meio de uma suposta colonização fenícia, com base na legendária expedição de Hanon.”

O texto Obatala Cria O Mundo, trecho do livro OLODUMARE, GOD IN YORUBA BELIEF, de Bolaji Idowu, traduzido pelo Babalaô Marcos Arino, complementa, com uma visão mais mitológica e menos histórica:

“O lugar sagrado por onde foi iniciado o trabalho de espalhar a terra pelo mundo foi chamado de Ifé (Ìfè)̣, palavra que significa, aquilo que é amplo. De acordo com a tradição Yorùbá neste lugar foi fundada a cidade de Ile ifé (Ilé-Ifé)̣ , a cidade sagrada Yorùbá, o lugar onde o mundo começou e o lar de todos os habitantes.

Ainda hoje quando um estrangeiro chega em Ile ifé (Ilé-Ifé)̣ na Nigéria ele pode ser recebido com a saudação ‘bem vindo de volta a sua casa’, porque todos os seres humanos foram criados e iniciaram a população da terra à partir de Ile ifé (Ilé-Ifé)̣.”

Referência

[eafl id=”3352″ name=”Dicionário da Antiguidade Africana” text=”Dicionário da Antiguidade Africana – Nei Lopes – Civilização Brasileira”]

Obatala Cria o Mundo (online)

Related verbetes

Ilê Orixá

Next article

Comments