Dendezeiro

0

Nome de uma palmeira africana, aclimatada ao Brasil, muito usada no culto a orixá. Do seu fruto, o côco-de-dendê, extrai-se o azeite de dendê, largamente utilizado nas comidas de santo e oferendas aos orixás. De suas folhas é feito o mariwô, usado para proteger as portas dos terreiros de candomblé.

No Brasil, é considerada uma árvore de Oxalá, segundo Nei Lopes. Diz ele que essa ligação remete a uma lenda (itan) que conta da vez em que esse orixá se embriagou com o vinho de palma, extraído dessa árvore. O estudioso afirma que se relaciona, ainda, ao culto dos antepassandos (Egungum).

Segundo o livro African Mythology A to Z, o dendezeiro é considerado uma ligação entre o céu e a terra (mundos espiritual e material) em muitas mitologias africanas, incluindo a mitologia iorubá.

Seu nome científico é Elaeis guineensis.

Etimologia

Em iorubá, o nome dessa árvore é igí ópè.

O nome usado popularmente no Brasil vem do quimbundo ndende.

Referência

Enciclopédia Brasileira da Diáspora Africana – Nei Lopes – Selo Negro – Açabá

Livro Essencial de Umbanda – Ademir Barbosa Junior

Dicionário dos rituais afro-brasileiros – LP Baçan

African Mythology A to Z” text=”African Mythology A to Z – 2nd Edition – Patricia Ann Lynch and Jeremy Roberts – Chelsea House Publishers

Related verbetes

Desobsessão

Next article

Comments