Bacuro

0

Em antigos cultos bantos brasileiros, “bacuro” era o nome de uma classe de espíritos da natureza que jamais encarnaram. Também pode-se escrever “baculo”.

Este termo não é mais usado nas religiões afro-brasileiras.

Etimologia

Do quicongo, mbakulu, ´ancião´, ´antepassado´. Entre os bacongos, os velhos do começo da criação do mundo são chamados Ba-kulu Mpangu”.

Segundo o Glossário de Bantuísmos Brasileiros Presumidos, também pode significar “os mais velhos do culto” ou “imagens pequenas”.

Referências

Enciclopédia Brasileira da Diáspora Africana – Nei Lopes – Selo Negro – Açabá

Glossário de Bantuísmos Brasileiros Presumidos – Geralda de Lima V. Angenot, Jean-Pierre Angenot e Jacky Maniacky – 2013

Related verbetes

Comments