Aprenda pontos cantados de Oxóssi para chamada, louvação, firmeza, descarrego e subida. Okê, Oxóssi!

Quem é Oxóssi

Orixá da caça, da fartura, abundância e das matas. Seu dia da semana é a quinta-feira. Na umbanda, sua cor é o verde claro. No candomblé, é o azul turqueza. É simbolizado pelo pelo arco-e-flecha (ofá)

Chamada e louvação

1.

Ai, não me mexa na espada de Ogum

Ai, não me bula no machado de Xangô

Ai, não me toque no bodoque de Oxóssi

Ele é o rei das matas

Ele é caçador

2.

Oxóssi mora

Na raiz da gameleira

Ogum lá na Aruanda

Pai Xangô lá na pedreira

3.

A mata estava escura

Os anjos alumiou

No meio da mata virgem

Quando o seu Oxóssi chegou

Mas ele é o rei

Ele é o rei

Ele é o rei

Mas ele é o rei

Na Aruanda ele é o rei

4.

Oxóssi êêê

Oxóssi ááá

Oxóssi êêê

Parangolê, parangolá

5.

O dia quando nasce

Já vem rompendo aurora

Clareia uma choupana

Aonde Oxossi mora

6.

Atira, atira, eu atirei

No bambá eu vai atirar

O veado no mato é corredor

Oxóssi na mata é caçador

7.

É o rei, é o rei,

É o Rei do Panaiá e da Jurema. (bis)

Lá na Jurema Oxóssi é o rei,

É o Rei do Panaiá e da Jurema. (bis)

8. 

Eu corri terra

eu corri mar

Até que cheguei

No meu país

Ora, viva Oxossi na mata

Que a folha da mangueira

ainda não caiu

9. 

Oxóssi tá no muzambê

Oxóssi tá no muzambê

Na cidade da Jurema

Oxóssi tá no muzambê, tá no muzambê

Variação deste ponto:

Oxóssi está no mussambê

Oxóssi está no mussambê

Tá no mussambê, tá no mussambê

Tá no mussambê, tá no mussambê

Observação: mussambê é uma planta da caatinga, também conhecida como “caatinga de negro”.

10. 

Oxosse é rei do céu

Oxosse é rei na terra

Ele não desce do céu sem coroa

Sem sua muganga de guerra

11. 

Oxossi, Oxossi mora, bis.

Na raiz da caneleira

Ogum mora na lua, bis.

Xangô lá na pedreira.

12. 

Quem manda na mata é Oxóssi

Oxóssi é caçador, Oxóssi é caçador

Eu vi meu pai assobiar

Ele mandou chamar

É de Aruanda aê!

É de Aruanda aê, senhor Oxóssi!

É de Aruanda aê!

13. 

Oi não se mexa na espada de Ogun

Oi não se mexa na machada de Xangô

Oi não se mexa nas flechas de Oxossi

Que lá na mata Oxóssi é Rei, é caçador

14. 

Eu corri terra, eu corri mar,

Até que eu cheguei na minha raiz

Ora viva Oxóssi na mata |

Que a folha da mangueira ainda não caiu >

15.

Estava chovendo, estava relampeando

Mas mesmo assim o céu estava azul

Firma seu ponto na folha da Jurema

Que Oxóssi reina de norte a sul

16.

Oxóssi é cassutê de Umbanda

É na Aruanda! É na Aruanda auê

17.

Oh ele é capitão na marambaia 3>

Oh, ele é Seu Oxóssi na urucaia

18. 

Oxóssi vem, vem chegando de Aruanda

Oxóssi vem, vem salvar filhos de Umbanda

19. 

Oxóssi assobiou lá no Humaitá

Pra encontrar Ogum Megê

Mensageiro de Oxalá

20. 

O vento na mata zuniu

Folha seca balançou

Saravá Oxóssi, nossa banda saravá

Ele vem com Deus nosso senhor

21.

Oxóssi assobiou na mata

Ogum bradou no Humaitá

Filhos de Umbanda louvaram

Saravá, Oxóssi, saravá

22. 

Fez barulho na cachoeira,

Sobre a pedra ela rolou

Com sua flecha certeira

É Oxóssi que chegou

23. 

Oxóssi ê ê, Oxóssi ê á

Oxóssi é rei das matas

Onde canta o sabiá

Eu vou pedir licença para Oxóssi

Para saravar nas matas da Jurema

Saravá pai Xangô lá na pedreira

Firma seu ponto, mãe Oxum, na cachoeira

24. 

Oxóssi é rei

Ele é rei lá na macaia

Ele vem lá da Aruanda

Pra saudar este congá

Ele ganhou flecha e bodoque

Sua coroa quem lhe deu foi Oxalá

25. 

Ele atirou

Ele atirou e ninguém viu

O Seu Oxóssi é quem sabe

Aonde a flecha caiu

Ele atirou, ele atirou

Ele atirou no baré, baré

Ele atirou, ele atirou

Ele atirou no baré, baré

Ele atirou no baré, baré

Ele atirou sua flecha

E o baré levou

26.

Oxóssi na mata é rei

Oxóssi na mata é

Quem passa pelos caminhos

Sem deixar marca de pé

27. 

É Zambi quem governa o mundo

Só Zambi pode governar (bis)

É Zambi quem clareia as estrelas

E quem clareia Oxóssi lá no juremá… (bis)

Okê, okê, caboclo

Okê, meu caboclo, okê (bis)

28.

Oxóssi vem

Vem chegando de Aruanda

Oxóssi vem

Para salvar filhos de umbanda

29.

Oxóssi quando vem lá da Aruanda

Trazendo força pra seus filhos de umbanda

Ele é caboclo

Ele é flecheiro atirador

Na Aruanda todo Oxóssi é caçador

30.

Fez barulho na cachoeira

Sobre a pedra ele rolou

Com sua flecha certeira

É Oxóssi que chegou

31.

Caboclo veio da mata

Para Oxóssi saravá (BIS)

Saravá, Oxóssi, saravá

Saravá, Oxóssi, saravá (BIS)

32.

Na mata virgem um clarão apareceu

Era Oxóssi quem passava

Orando pros filhos seus

Saravá, Oxóssi, saravá, Jurema

Saravá as matas, saravá a lei suprema

33.

Cantou, cantou

Os passarinhos cantou

Anunciando lá nas matas

Que Oxóssi chegou

Chegou com a força da jurema

Vem cumprindo a lei suprema

Que pai Oxalá mandou

E hoje sua mata está em festa

Ele é o rei da floresta

Pai Oxóssi é caçador

34.

A lua vai sumindo e vem rompendo a aurora

Clareia uma choupada aonde Oxóssi mora

Oi, clareou, oi clareou

Uma choupada aonde Oxóssi mora

Subida

01.

A jurema já lhe chama

Oxóssi vai girar

Eles vão num giro só

Mas depois tornam a voltar

02.

Eles vão girar

Eles vão girar

É na caminhada pra Jurema

Paz e força eles vão deixar


Gostou destes pontos cantados de Oxóssi? Se conhecer outros para incluir aqui, envie uma mensagem para a gente.