Aprenda pontos cantados de Obaluaiê/ Omolu para chamada, louvação, firmeza, descarrego e subida. Atotô!

Quem é Obaluaê/ Omolu

Também chamado de Xapanã, é o orixá que domina a terra, o sol e as doenças epidêmicas (e a sua cura). É também um orixá da prosperidade e fartura. Seu dia da semana é a segunda-feira. Na umbanda, suas cores são o branco e o preeto. No candomblé, preto, branco e vermelho. Seu metal é o chumbo. É simbolizada pelo xaxará.

Pontos

1.

Meu pai Oxalá é um Rei, venha me valer

Meu pai Oxalá é um Rei, venha me valer

E o velho Omolú,

Atotô, Obaluayé

E atotô, Obalauayé

Atotô, Babá

Atotô, Obaluayé

Atotô, é Orixá!

2.

Era um velho muito velho

Que morava numa casa de palha

Na beira da casa ele tinha

Velame miquissangue

Miquessangue, Velame

No seu alanguê

3.

Meu pai Obaluaê

É filho de Nanã Buruquê

Ouve meu pedido neste descarrego

Pipoca na casa

Num canto sossego

Despacha as doenças

Trazendo a saúde

Sob seu filá venha me amparar

4.

Omolu, aiê, atotô

É um orixá

Pede que ele dá, atotô

Ele é orixá

5.

Quê, querê, quê quê, ô ganga

Pisa na macumba de ganga

Quê, querê, quê quê, ô ganga

Saravá seu Omolu, que é ganga

6.

Obaluayé, Tatá

Vai no fundo do mar, Tatá

Vai buscar raiz, Tatá

Pra seus filhos curar, Tatá

7.

Obaluayé é bonitinho

Mas ele é um velho imponente

Acorda quem está dormindo

Levanta quem está doente

8.

Obaluayé, o que vós quer comer?

Obaluayé, o que vós quer comer?

Cabeça de bode com azeite de dendê!

Cabeça de bode com azeite de dendê!

9.

Quem vê um velho no caminho pede a bênção

Quem vê um velho no caminho pede a bênção

Bênção de Deus

Bênção de Deus

Bênção de Deus, Obaluayé

Bênção de Deus!

10.

Salve essa roça linda

Que Deus fez abençoada

Eu louvei Obaluayé

Que é o Santo dessa morada

11.

Deus da peste, deus da lepra

Meu deus, seja louvado

Me dê agô, agô de Benan

Obaluayé seja adorado

12.

Se ele corre os quatro cantos

Quatro cantos sem parar

Se ele corre os quatro cantos

É pra seus filhos ele ajudar

13.

Omolú aê, atotô, ele é orixá

Omolú aê, atotô, ele é orixá

14.

Vinha caminhando pela estrada

Quando um velho encontrei

Ele me abençoou

Era Omolú, o velho, atotô!

15.

Saluba, Nanã Buruquê

Seu filho pede agô!

Louvado seja, Obaluayé

Velho Omolú, atotô!

16.

Seu Omolu, auê

Seu Omolu, auá

Seu Omolu, auê

É quem vai girar

Salve, salve, salve a Calunga

Salve, salve, salve a catacumba

Salve, salve, salve a Calunga

Salve, salve, salve a catacumba

17.

E lá vem seu Omolu

Na porta do cemitério

E lá vem seu Omolu

Na porta do cemitério

Ele vem lá de tão longe

Das catacumbas do inferno

Das catacumbas do inferno

18.

Para quando entregar um trabalho

Se ele corre os quatro cantos

Quatro cantos sem parar

Se ele corre os quatro cantos

É pra seus filhos ajudar

19.

Seu Omolu, ê! Seu Omolu, ê! Seu Omolu, ê! Omolu é Orixá (2x)

Saravá, seu Omolu! Omolu é Orixá! (2x)


Gostou destes pontos cantados de Obaluaê/ Omolu? Se conhecer outros para incluir aqui, envie uma mensagem para a gente.