Aprenda pontos cantados de Iansã para chamada, louvação, firmeza, descarrego e subida. Eparrei, Oyá!

Quem é Iansã

Também chamada de Oyá, Iansã é o orixá feminino dos ventos e das tempestades. Tem também domínio sobre os eguns e é uma grande guerreira. Seus dias da semana são a quarta-feira e o sábado. Na umbanda, suas cores são o amarelo ou vermelho. No candomblé, o marrom, vermelho e rosa. Seu metal é o cobre. É simbolizada pelos chifres de búfalo e usa uma espada.

Pontos

1.

Eram duas ventarolas

Eram duas ventarolas

Que iam pelo mar

Mas uma era Iansã, ô eparrei!

A outra era Iemanjá, odô iá!

2.

Brilhou, no meio do bambuzal,

Uma estrela, a iluminar. Oi!

Mais ela era Iansã,

Que clareava seu bambuzal.

E clareava, luzes multicores,

Que a sinhá trazia Iaiá,

No seu alguidar.

Tem acarajé, ô sinhá,

Tem, tem, tem!

3.

Iansã, Iansã

Segura seu arerê, Iansã

Oh, Iansã

Segura seu arerê, Iansã

4.

Ventou, mas que ventania (2x)

Iansã é nossa mãe, Iansã é nossa guia (2x)

Ô, Mamãe de Aruanda, venta aqui, venta no mar

Ô, Mamãe de Aruanda, venta aqui, venta no mar

5.

Iansã tem um leque que venta

Pra abanar dias de calor (2x)

Mas Iansã mora nas pedreiras, ô eparrei!

Eu quero ver meu Pai Xangô

6.

Corre, vento

Trovoada está no espaço

Tempestade não é brincadeira

Saravá, Iansã guerreira

7.

Ô, Iansã, se ela é minha mãe

Se ela é minha mãe

Ah, eu quero ver!

Ô, Iansã, se ela é minha mãe

Se ela é minha mãe

Ah, eu quero ver!

Ô, saravá, Ogum Megê

Ô, Iansã, eparrei, eparrei!

8.

Ô, Iansã de cabelos louros

De espada na mão

Ela vem girar

Traz Ogum Megê

Como companheiro

E na calunga

Ela vem firmar

9.

Iansã vem

Ela vem beirando o mar

Iansã vem

Ela vem beirando o mar

Ela vem com trovoada

Ela vem com muito vento

Ela vem lá de Aruanda

Com a espada na mão

Ela vem trazendo o vento

10.

Ela é uma moça bonita

Ela é dona do seu jacutá (bis)

Eparrei, eparrei, eparrei

Ô, Mamãe de Aruanda

Segura a banda

Que eu quero ver

11.

Iansã chegou no reino

Chegou com chuva e com vento

Ela é dona do seu jacutá

Veio saravá seus filhos no congá

12.

O ronco da pedreira

E a trovoada

Ecoou lá na mata

Ecoou lá na terra

Todo o povo de Iansã

Todo o povo de Xangô

Chegou cá na terra

Chegou para a guerra

13.

Quando ela passa

Iansã vem cheia de graça

Com sua espada na mão

Minha mãe guerreira

Me ajuda a toda hora

Minha mãe guerreira

Me ajuda a vida inteira

14.

Ela é minha mãe guerreira

De cabelos louros, ela vem

Com trovoada e muito vento

Espada na mão

Ela vem guerrear

Ela é Iansã

É Iansã guerreira

Ela vem pra guerrear

15.

Saravá, Iansã

Minha mãe querida

Com sua espada na mão

Ela vem trabalhar

Saravá, pai Xangô

Saravá, Iansã

Trovoada roncou

Mamãe vem saravá


Gostou destes pontos cantados de Iansã? Se conhecer outros para incluir aqui, envie uma mensagem para a gente.